Gazeta de Palmeira serviu como fonte de pesquisa para tese de mestrado em história

Destaques

Notícia publicada segunda-feira 22 janeiro 2018

Gazeta de Palmeira serviu como fonte de pesquisa para tese de mestrado em história

Gostou, compartilhe

A palmeirense Juliana Cristine Kapp de Oliveira Visnieski, formada em 2008 em Licenciatura

em História pela UEPG, está fazendo mestrado e a sua pesquisa tem como tema “Representações femininas – Um olhar através da Coluna ‘O Assunto é Mulher’ do Jornal Gazeta de Palmeira (1976 – 1982)”.

Essa é a primeira turma ofertada pela UEPG, iniciou no 2º semestre de 2016 e o término será no final do 1º semestre de 2018. A UEPG abrirá novo processo seletivo agora no próximo semestre para uma nova turma, mestrado voltado para Professores de História que atuam na Educação Básica.

Programa

O ProfHistória é um programa de pós-graduação stricto sensu em Ensino de História, reconhecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) do Ministério da Educação e tem como objetivo a formação continuada do docente em História que atua na Educação Básica, propiciando qualificação certificada para o exercício da profissão.

De acordo com Juliana, desde a sua adolescência sempre teve interesse em assuntos relacionados à questão feminina. Durante a graduação esta temática acabou ficando de lado, havendo uma aproximação com a questão do período da Ditadura Militar Brasileira.

“Ao ingressar no programa ProfHistória, tive a oportunidade de retomar minha antiga paixão: a questão Gênero, porém queria trabalhar a mesma relacionando com a nossa cidade Palmeira. Foi neste impasse que lembrei das comemorações dos 40 anos do Jornal Gazeta de Palmeira. Iniciei minha pesquisa em setembro de 2016, ainda sem rumo, e já nas primeiras edições entrei em contato com o material da coluna “O Assunto é Mulher” e vários questionamentos surgiram”:

“Quais representações femininas encontrarei na Coluna?”

“Quais papeis são atribuídos às mulheres na cidade de Palmeira através da Coluna?”

“Será que estas representações, estes papéis, condizem com as lutas vividas no restante do país? (início do processo de abertura política, fim da Ditadura Militar e Organização do Movimento Feminista)

Pesquisa

Neste contexto a sua pesquisa pretende, através da análise do conteúdo da coluna, responder estes questionamentos e confeccionar um material didático para os alunos do Ensino Fundamental anos finais e Ensino Médio, para que os mesmos possam ter contato com a ferramenta de trabalho do historiador: a “fonte histórica”, no caso a jornalística.

O material a ser desenvolvido trará uma abordagem sobre o Brasil no período pesquisado, contextualizando o Movimento Feminista e a cidade de Palmeira, através da análise destas fontes.