Palmeirenses discutem desafios, problemas e potencialidades em oficinas do Plano Diretor

Destaques

Notícia publicada quarta-feira 31 janeiro 2018

Palmeirenses discutem desafios, problemas e potencialidades em oficinas do Plano Diretor

Gostou, compartilhe

Cerca de 60 pessoas participaram das oficinas do Plano Diretor de Palmeira realizadas durante a tarde e a noite de segunda-feira (29), na Escola Integrada Imaculada Conceição Jesuíno Marcondes. Membros da sociedade civil, Prefeitura, Câmara de Vereadores, Observatório Social, conselhos e associações, além da equipe da empresa Ecotécnica, responsável por revisar o Plano Diretor, participaram do evento.

Em ambas as oficinas, as atividades foram conduzidas pela arquiteta e urbanista, Débora Rocha, da Ecotécnica. Além dela, outras três arquitetas e urbanistas, uma socióloga e um economista, todos membros da empresa, auxiliaram na realização das atividades.

Débora realizou explanações sobre o Plano Diretor e conduziu os participantes através de atividades dinâmicas para entender o que a população vê como desafios, problemas, potencialidades e o que precisa ser melhorado no município. “Estamos trabalhando para ter uma Palmeira melhor”, destacou a arquiteta e urbanista.

No período da tarde as atividades foram voltadas aos moradores da área rural, enquanto à noite a oficina foi destinada à área urbana. Como ponto de partida, os munícipes foram divididos em duplas e discutiram quais as potencialidades e o que precisa melhorar nos locais em que vivem.

Oficinas

As oficinas fazem parte do processo de transparência da modernização do Plano Diretor, que prioriza a participação e atuação dos moradores na construção de um município que promova o bem estar de todos.

Os participantes das etapas que compõe a formação e desenvolvimento do Plano Diretor ajudam a fazer um diagnóstico da realidade e das necessidades da população, expondo ideias, pedindo explicações e discutindo o planejamento e desenvolvimento de Palmeira.