Cavalgada da Esperança completa primeira semana e chega a Caxias do Sul

Destaques

Notícia publicada sexta-feira 13 novembro 2015

Cavalgada da Esperança completa primeira semana e chega a Caxias do Sul

Gostou, compartilhe

Na primeira semana da Cavalgada da Esperança, projeto social do empresário palmeirense Kleber Ferreira da Costa, o Bing, o trajeto que começou na cidade de Viamão, já passou por Porto Alegre, Canoas, Esteio, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Dois Irmãos, Morro Reuter, Picada Café e Nova Petrópolis. Nesta sexta-feira (13), Bing deve chegar a Caxias do Sul, quando se completa a primeira semana da cavalgada que refaz o histórico Caminho das Tropas, com mais de 1.400 quilômetros, que vai até Sorocaba (SP).

Pelos lugares onde passou, Bing tem atraído a atenção de moradores, de autoridades e da imprensa local. A Cavalgada de Esperança já foi assunto de reportagens de televisão, rádio e jornal. O empresário ressalta, em todas as ocasiões, que o objetivo é promover a solidariedade e incentivar doações para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE).

O que deixa o ‘tropeiro’ Bing feliz, segundo relatou à Gazeta de Palmeira via WhatsApp, é também a solidariedade que ele próprio recebe. As pessoas aproximam-se e conversam com ele para saber quem é e o que está fazendo. Também recebe ofertas de apoio, como almoço e jantar, além de pouso e água e comida para os cavalos, como aconteceu em um CTG em Picada Café, na quarta-feira (11).

O projeto

O projeto da cavalgada beneficente foi concebido por Bing como forma de atrair a atenção das pessoas para atos de solidariedade e como meio de arrecadação de recursos financeiros para a APAE de Palmeira, entidade com a qual já mantém parcerias. Um exemplo disso será o leilão dos dois cavalos que ele vai utilizar, com o valor arrecadado revertido para a APAE. Os animais Durango e McGaiver, da raça Mangalarga, foram doados pelo Haras VJC, de Tijucas do Sul, especialmente para a cavalgada.

Para viabilizar o projeto da cavalgada, Bing recebeu apoio de diversas empresas e pessoas físicas, não só de Palmeira, mas de muitos lugares do Brasil. Não só os cavalos foram doados, mas também chapéus, roupas, botas, selas e muitos artigos que serão utilizados durante o trajeto.

Doações

As doações para a APAE de Palmeira podem ser feitas através de depósito bancário:

Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Palmeira PR
Banco Sicredi – 748
Agência: 730
Conta Corrente: 6500-30