Entidades firmam parcerias junto ao CMDR de São João do Triunfo

Geral

Notícia publicada sexta-feira 02 junho 2017

Entidades firmam parcerias junto ao CMDR de São João do Triunfo

Gostou, compartilhe

No dia 30 de maio, foi realizada uma reunião em São João do Triunfo junto ao Conselho de Desenvolvimento Rural ((CMDR)), participaram membros do conselho, agricultores familiares das comunidades de Rio Baio, Coxilhão das Amexeiras, Pinhalzinho, Guaiaca dos Pretos, Boa Vista Coxilhão de Santa Rosa, Faxinal dos Rodrigues, membros das entidades como Emater, AS-PTA, Lama, Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município, cooperativa COAFTRIL, Banco do Brasil, Cresol, da prefeitura através da Secretaria de Educação, Agricultura e Social e Projeto de Diversificação.

A reunião teve como pauta debatida a apresentação da proposta da merenda escolar com alimentos saudáveis agroecológicos.

Reuniões

Já foram realizadas várias reuniões e o objetivo principal do projeto a ser apresentado ao município, é integrar as famílias agricultoras diretamente na comercialização de alimentos saudáveis a serem fornecidos para merenda escolar, onde hoje conta com 1.500 estudantes municipais. O projeto está sendo elaborado pelas entidades parceiras citadas acima e que trabalham com agroecologia e busca de alternativas de geração de renda para as famílias que cultivam a cultura do tabaco. No dia 20 de junho será a vez de debater e discutir diretamente com os agricultores sobre o projeto e formar uma rede de agricultores comprometidos em produzir os alimentos e com meta de em três anos a merenda escolar se torne 100% agroecológica.

Agroindústria

Em seguida, foi apresentada a proposta da construção de uma agroindústria de derivados do milho crioulo não transgênico ao prefeito municipal Abimael, onde a proposta se destina a construção de uma agroindústria dos derivados do milho crioulo não transgênico para que venha ser implantada na alimentação da merenda escolar e mercados locais. A agroindústria será construída na comunidade da Guaiaca dos Pretos no barracão da associação da comunidade que já dispõe de uma estrutura e passará por reformas adequadas a legislação para funcionamento em parcerias, beneficiando mais de 100 famílias, fortalecendo desta forma mais uma geração de renda. A proposta final do projeto será apresentada ao prefeito nos próximos dias e também ao grupo de agricultores da comunidade da Guaiaca para se dar início em algumas reformas e fortalecer o trabalho na manutenção e conservação de sementes crioulas de milho não transgênico.