Município pode receber uma unidade de tratamento de efluentes

Geral

Notícia publicada segunda-feira 05 junho 2017

Município pode receber uma unidade de tratamento de efluentes

Gostou, compartilhe

Representantes da empresa Tratamento de Efluentes Campos Gerais de Curitiba estiveram na Prefeitura de Palmeira na quinta-feira (1º) em reunião com membros da Secretaria e Indústria e Comércio, onde foram tratados assuntos referentes à instalação de uma unidade de tratamento de efluentes em Palmeira. A expectativa é que investimentos iniciem ainda em 2017, tendo em vista que a área para instalação da empresa já está definida no Distrito Industrial de Palmeira e os projetos do empreendimento se encontram em fase adiantada.

Participaram da reunião, o secretário de indústria e comércio, Jaudeth Ramos Hajar, o diretor de Indústria e Comércio Eloir José Voichicoski, e o secretário de Assistência Social, Mário Antônio Wieczorek, que realizou contato o grupo de sócios da empresa. Pela empresa, participou Carlos Garcez e Gláucio Alves Pinto, sócio diretor.

Licença

Segundo Voichicoski, a empresa busca a documentação necessária para apresentação junto ao IAP – Instituto Ambiental do Paraná, com objetivo de obtenção de licença ambiental para início do processo de instalação da unidade. “A instalação desse empreendimento em Palmeira, permitirá que efluentes sejam tratados aqui mesmo, reduzindo custos para empresas locais”, destacou.

O sócio da empresa, Gláucio Alves falou sobre o processo utilizado. “Nosso método permite que a água fique limpa, podendo ser reutilizada em diversas atividades, porém, imprópria para o consumo humano. Após o tratamento, a água poderá ser usada, por exemplo, em irrigações de áreas e também na geração de concreto para construções”.

Geração

De acordo com o secretário, Hajar, em Palmeira muitas construtoras de estruturas utilizam água de poços artesianos ou água tratada da rede para geração do concreto. “No caso da utilização de água para reuso, também traria importante ganho ambiental. Essa linha de empreendimento trará melhoras consideráveis à infraestrutura do município, sendo um benefício a mais para empresas com intenção de investir em nossa região”, finalizou.