Palmeira deixará de receber sinal analógico de TV em 2018

Geral

Notícia publicada segunda-feira 07 março 2016

Palmeira deixará de receber sinal analógico de TV em 2018

Gostou, compartilhe

No dia 28 de janeiro de 2018 Palmeira deixará de receber o sinal analógico de televisão. Nesta data os transmissores de tal sinal serão desligados e darão lugar à televisão digital. Isso significa que os problemas do sinal analógico, como ruídos e chiados, vão chegar ao fim.

A televisão digital vai entregar ao telespectador uma imagem mais nítida, som de melhor qualidade e possibilidade de mobilidade e interatividade, por exemplo. Apesar da data estipulada pelo Ministério das Comunicações, alguns canais já passarão a operar no sistema digital antes do desligamento do analógico.

No decorrer de 2017, será a vez de todas as capitais da Região Sudeste (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Vitória), Goiânia, Salvador, Recife e Fortaleza. Outras cidades do Estado de São Paulo e do Nordeste também passarão pela mudança no próximo ano.

Já em 2018, a transição para o sinal de TV digital vai incluir as capitais e importantes cidades das regiões Sul, Centro-Oeste e Norte, todo o interior dos Estados do Rio de Janeiro e de São Paulo. O calendário com todas as cidades está disponível no site vocenatvdigital.com.br.

Transição

As redes de televisão terão de avisar os telespectadores sobre o desligamento. A campanha de alerta terá início um ano antes da data prevista para a transição em cada cidade.

O número de inserções do logotipo – indicação de que se trata de uma transmissão analógica – e de tarjas informativas sobre o desligamento vai aumentar à medida em que se aproxima a data-limite para o fim das transmissões analógicas.

Características

O sistema brasileiro, também denominado SBTVD, oferece uma série de diferenciais, como alta definição e interatividade para celulares, mini-televisores e notebooks. Os usuários podem utilizar o controle remoto para responder testes, obter informações sobre programas, comprar produtos anunciados, participar de enquetes e realizar operações bancárias.

Para isso é preciso que o aparelho de TV ou o receptor do sinal digital esteja equipado com o Ginga, um programa brasileiro desenvolvido em código aberto e reconhecido pela União Internacional de Telecomunicação (UIT), agência especializada da ONU, como um dos padrões mundiais de interatividade. Para identificar se seu aparelho possui este recurso procure pelo selo DTVi.