IBGE mostra que Paraná bateu recorde de abate de aves e suínos em 2015

Agrícola

Notícia publicada sexta-feira 18 março 2016

IBGE mostra que Paraná bateu recorde de abate de aves e suínos em 2015

Gostou, compartilhe

O Paraná bateu recorde de abate de aves e suínos em 2015, de acordo com pesquisa de produção agropecuária divulgada na quinta-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ao todo, foram produzidas 4 milhões de toneladas de frango, 9,6% mais do que em 2014. O Paraná registrou um crescimento que é quase o dobro da média nacional, de 5%, no período. Maior produtor e exportador de frango do país, o estado respondeu por 30,5% do volume produzido do Brasil, de 13,14 milhões de toneladas.

O levantamento mostra ainda que a produção estadual de carne suína totalizou 676,2 mil toneladas, 10,6% maior do que em 2014. No ranking, o Paraná respondeu por 19,7% do produzido no Brasil e terminou o ano em terceiro lugar, atrás de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A produção de frango e de suíno no estado cresce embalada pela substituição, no mercado interno, do consumo da carne bovina, que é mais cara, e pela consolidação no mercado externo. Impulsionado também pelo câmbio favorável, o frango paranaense é exportado para mais de 150 países. No ano passado, os volumes enviados ao exterior cresceram 16%, para 1,39 milhão de toneladas. As exportações de carne suína, por sua vez, registraram avanço de 54,6%, para 54,6 mil toneladas em 2015.

Bovinos

Se por um lado a produção de frango e suínos cresceu no estado, a de bovinos encolheu, para 300,3 mil toneladas, queda de 10,9% em relação a 2014. A diminuição acompanhou o recuo nacional, de 7,1% na produção. Além da recessão, que derrubou o consumo no mercado interno, as exportações brasileiras recuaram 12,1% em volume, para 1,07 milhão de toneladas. O Paraná fechou o ano em nono lugar no ranking de abates de bovinos, com 4% de participação no país.