Gestores municipais discutem em encontro sobre a redução da Escarpa Devoniana

Polí­tica

Notícia publicada quarta-feira 26 julho 2017

Gestores municipais discutem em encontro sobre a redução da Escarpa Devoniana

Gostou, compartilhe

A Comissão de Ecologia, Meio Ambiente e Proteção aos Animais (CEMA), presidida pelo deputado estadual Rasca Rodrigues (PV), convocou para  quinta-feira (27), em Curitiba, os secretários municipais de Meio Ambiente (ou diretores) dos 12 municípios que integram os limites atuais da Área de Proteção Ambiental (APA) da Escarpa Devoniana. Na pauta, a discussão do polêmico projeto que pretende reduzir em 68% os limites da APA, que tramita na Assembleia Legislativa do Paraná.

Projeto

Segundo Rasca, o encontro é mais uma etapa importante para reunir elementos para o parecer final da comissão acerca do projeto.  “A comissão tem buscado a posição técnica de todos os órgãos ambientais do Governo do Estado, das universidades, do movimento ambiental e agora de quem responde pela política ambiental dos municípios para embasar um parecer que represente o real impacto da possível redução da Escarpa Devoniana”, explicou Rasca, que é relator do projeto no âmbito da CEMA.

Foram convocados os secretários ou diretores de Meio Ambiente da Lapa, Balsa Nova, Porto Amazonas, Palmeira, Campo Largo, Ponta Grossa, Carambeí, Castro, Tibagi, Piraí do Sul, Jaguariaíva e Sengés. “Uma redução drástica como a proposta, além de impactar o ambiente, provoca a diminuição de receitas das prefeituras e isto tem que ser considerado no processo”, completou Rasca.

Na semana passada, a comissão reuniu ambientalistas para discutir o tema e tirar uma posição do movimento ambiental a respeito da proposta. Órgãos governamentais como a Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA); o Instituto de Terras, Cartografia e Geologia (ITCG) e a Câmara Temática de Biodiversidade, Biomas e Educação Ambiental (CTbio) já se posicionaram contra a redução.